Sexta-feira, 14 de Outubro de 2011

Livro.

 

 

Acabei de ler este livro e gostei imenso. Adoro a escrita deste

 

autor... José Luís Peixoto!

 

publicado por Paula C. às 11:35
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Março de 2010

A Sul da Fronteira, A Oeste do Sol

Ainda não acabei de ler "A melodia do adeus", de

Nicholas Sparks, mas está quase... Entretanto, ontem

comprei este livro, "A Sul da Fronteira, a Oeste do

Sol", de Haruki Murakami.

Ouvi falar bem da escrita deste autor e resolvi ver

se se confirma.

 

A Sul da Fronteira, a Oeste do Sol

 

"Na primeira semana do primeiro mês do primeiro ano da segunda

metade do século XX, ao protagonista, que também faz as vezes

de narrador, é dado o nome de Hajime, que significa «início». Filho

único de uma normal família japonesa, Hajime vive numa província

um pouco sonolenta, como normalmente todas as províncias o são.

Nos seus tempos de rapazinho faz amizade com Shimamoto, também

ela filha única e rapariga brilhante na escola, com quem reparte

interesses pela leitura e pela música. Juntos, têm por hábito escutar

a colecção de discos do pai dela, sobretudo «South of the Border,

West of the Sun», tema de Nat King Cole que dá título ao romance.
Mas o destino faz com que os dois companheiros de escola sejam

obrigados a separar-se. Os anos passam, Hajime segue a sua vida.

A lembrança de Shimamoto, porém, permanece viva, tanto como

aquilo que poderia ter sido como aquilo que não foi. De um dia para

o outro, vinte anos mais tarde, Shimamoto reaparece certa noite na

vida de Hajime. Para além de ser uma mulher de grande beleza e

rara intensidade, a sua simples presença encontra-se envolta em

mistério. Da noite para o dia, Hajime vê-se catapultado para o

passado, colocando tudo o que tem, todo o seu presente em risco."

 

sinto-me: ...
publicado por Paula C. às 11:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

A melodia do adeus.

Comecei a ler "A melodia do adeus" de Nicholas Sparks.

Foi um dos presentes que recebi neste Natal.

Vou continuar nesta onda de leitura, histórias de amor

lindissímas, envolventes, mas

sempre com uns obstáculos para ultrapassar,

assim, como a vida.

 

"Com apenas dezassete anos, Verónica Miller - ou «Ronnie»,

como é carinhosamente chamada - vê a sua vida virada do

avesso quando o casamento dos pais chega ao fim e o

pai se muda da cidade de Nova Iorque, onde vivem, para

Wrightsville Beach, uma pequena cidade costeira na

Carolina do Norte. Três anos não são suficientes para

apaziguar o seu ressentimento, e quando passa um Verão

na companhia do pai, Ronnie rejeita com rebeldia todas

as suas tentativas de aproximação, ameaçando antecipar

o seu regresso a Nova Iorque. Mas será na tranquilidade

que envolve o correr dos dias em Wrightsville Beach que

Ronnie irá descobrir a beleza do primeiro amor, quando

conhece Will, e vai afrouxando, uma a uma, todas as suas

defesas, deixando-se tomar por uma paixão irrefreável e de

efeitos devastadores."

 

 

Imagem retirada da net

 

sinto-me: ...
publicado por Paula C. às 11:59
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Uma escolha por amor.

Acabei de ler "Uma escolha por Amor",

de Nicholas Sparks. Gostei imenso.

Tem uma história de amor lindíssima e

deixa-nos a pensar, ou antes, leva-nos a

acreditar que quando há amor, ele vence

todos os obstáculos.

Um história que comovente que vale a

pena ler...

 

 

Imagem retirada da net

 

sinto-me:
publicado por Paula C. às 21:40
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Leituras.

Acabei de ler "Não digas a ninguém", de Luísa

Castel-Branco.

Mais uma vez fui agradavelmente surpreendida

pela escrita desta autora. Gostei bastante.

 

Agora vou começar a ler "Uma escolha por Amor",

de Nicholas Sparks. Gosto imenso dos livros deste

autor, com umas histórias de amor

lindíssimas e uma de forma de escrever

tão envolvente que nos toca a sensibilidade

como poucos.

 

"A vida parece quase perfeita a Travis Parker, um

veterinário de uma pequena cidade costeira da

Carolina do Norte que a sorte presenteou com uma

profissão gratificante, bons amigos e uma casa com jardim

à beira-mar. Os dias sucedem-se a um ritmo aprazível,

pautado por passeios de barco e barbecues com os

amigos de sempre. Nada faria prever que alguém

pudesse vir desinstalá-lo do seu quotidiano confortável,

mas o destino consegue ser imprevisível, e um dia

Travis conhece a sua nova vizinha, Gaby Holland. O

primeiro encontro não podia ser menos auspicioso, mas

o amor move-se pelos caminhos mais improváveis, e a

paixão entre os dois torna-se inevitável. No entanto, para

Travis, este romance reserva uma escolha difícil, talvez a mais

difícil que um homem apaixonado pode ter que fazer... afinal,

até onde podemos ir em nome do verdadeiro amor?"

 

sinto-me:
publicado por Paula C. às 23:27
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Terça-feira, 17 de Novembro de 2009

Não digas a ninguém.

Este é o novo livro de Luísa Castel-Branco.

 

 

Imagem retirada da net

 

"Não existem segredos inconfessáveis

nem perdões impossíveis".

 

Comecei a lê-lo esta semana e estou a gostar

imenso.

 

Gosto bastante da sua escrita, aliás o romance

anterior já me tinha tocado muito e sinto que este

vai seguir o mesmo caminho.

 

"Em todas as famílias há segredos que não

se confessam,

histórias de amores proibidos e

passados de que ninguém

fala. Quando a nossa vida parece

assente na felicidade,

como lidar com a revelação

de verdades escondidas?"

 

sinto-me: ...
publicado por Paula C. às 11:21
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

O monge que vendeu o seu Ferrari.

O Monge que Vendeu o Seu Ferrari

Imagem retirada da net

 

É este o livro que comecei a ler "O monge que

vendeu o seu Ferrari" de Robin S. Sharma. Foi-me

emprestado por uma amiga que gosta bastante

deste tipo de leitura. Pareceu-me interessante

assim que o folheei e li o resumo. Já comecei

a lê-lo e estou a gostar bastante.

 

É um best-seller inquestionável que oferece uma

série de lições simples e eficazes sobre como viver melhor.

Combinando de uma forma inovadora a sabedoria espiritual

do Oriente com os princípios ocidentais de sucesso e trabalho,

mostra, passo a passo, como viver uma vida de coragem,

equilíbrio, alegria e satisfação.
 

Deixo-vos aqui um resumo:

 

"Julian Mantle é um advogado de êxito, ambicioso e obcecado

com o dinheiro. Um dia o stress e a instabilidade emocional

passam-lhe finalmente factura e ele sofre um enfarte. Uma

profunda crise espiritual fá-lo então repensar a sua vida.

Na sua procura da felicidade, empreende uma extraordinária

viagem pelos Himalaias para conhecer toda a sabedoria de

uma antiga cultura. Ali encontra um modo de vida prazenteiro,

assim como um método que lhe permite libertar todo o seu

potencial e viver com paixão, determinação e paz." 

 

sinto-me: ...
publicado por Paula C. às 19:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Julho de 2009

Alma e os mistérios da vida.

Terminei, ontem, de ler o livro "Alma e os mistérios da

vida". Adorei o livro. A história. Os personagens. Os 

mistérios que ficam no ar. Adorei. A cada página havia

uma nova emoção, uma nova revelação. Fantástico.

Por vezes tinha dificuldade em parar de lê-lo, de tal

forma estava presa à narrativa.

Este livro deixa-nos uma mensagem maravilhosa.

Uma mensagem de amor, de uma mãe para o seu

filho. Uma mensagem que nos toca, que nos emociona,

principalmente, para quem é mãe, e sente esse amor

incondicional pelos seus filhos. Mais uma vez, quero

dizer, que adorei o livro e espero ansiosamente pelo

próximo da autora, Luísa Castel-Branco.

 

Deixo aqui uma frase de Alberto Caeiro, que vem no 

final do livro:

 

"O mistério das cousas? Sei lá o que é mistério!

O único mistério é haver quem pense no mistério." 

 

publicado por Paula C. às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Barroco Tropical.

Este foi o livro que ofereci...

 

 

 "Uma mulher cai do céu durante uma tempestade

tropical. As únicas testemunhas do acontecimento

são Bartolomeu Falcato, escritor e cineasta, e a sua

amante, Kianda, cantora com uma carreira internacional

de grande sucesso. Bartolomeu esforça-se por desvendar

o mistério enquanto ao seu redor tudo parece ruir. Depressa

compreende que ele será a próxima vítima. Um traficante

de armas em busca do poder total, um curandeiro

ambicioso, um antigo terrorista das Brigadas Vermelhas,

um ex-sapador cego, que esconde a ausência de rosto

atrás de uma máscara do Rato Mickey, um jovem pintor

autista, um anjo negro (ou a sua sombra) e dezenas de

outros personagens cruzam-se com Bartolomeu, entre

um crepúsculo e o seguinte, nas ruas de uma cidade

em convulsão: Luanda, 2020."

 
Nunca li nada deste autor, mas parece-me interessante.
 
sinto-me:
publicado por Paula C. às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

Coisas da Vida.

Passei pela Fnac/Chiado para comprar um livro para

oferecer a um amigo nosso que fez anos ontem, e

não resisti a comprar um livro para mim. A escolha

recaiu sobre este livro da Laurinda Alves, "Coisas da

Vida". É um livro de "histórias de pessoas e lugares com

luz".

 

 

"Sensações e sentimentos. Relatos de viagens.

Cidades e lugares onde Laurinda Alves se sente em

casa. Descoberta de novos mundos. Conversas que

se prolongam pela noite dentro, sem horas, e ficam a

fazer eco. O filme repetido da lua recortada no céu, o

movimento perpétuo dos astros. Os passeios à beira

da falésia, a respiração dos montes, o recolhimento

entre as paredes brancas de um mosteiro com claustro

de pedra antiga. As causas e as coisas. As pessoas,

sempre as pessoas. Os olhares e os gestos. E um

tempo que tem outro tempo dentro.

Coisas da vida é uma sucessão de derivas e pensamentos,

um (quase) diário de alguém que atravessa os dias com

a certeza de que é essencial estar próximo dos outros,

criar relações e correr riscos. Laurinda Alves tem palavras

de ordem tal como “voluntariado”, testemunha a importância

dos cuidados paliativos e também de denuncia casos reais

alertando para situações de injustiça, dizendo-nos que todos

fazemos parte e todos podemos fazer a diferença.

Acompanhamos a vida de Laurinda Alves e a vida dos que a

rodeiam e nos ensinam o valor da coragem, às vezes, o peso

da dor, mas também a importância dos lugares onde a cabe

a esperança."

 

Gosto muito destes livros, de pequenas histórias, histórias

de vida, contos... 

 

publicado por Paula C. às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.amigos

.pesquisar

 

.Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Livro.

. A Sul da Fronteira, A Oes...

. A melodia do adeus.

. Uma escolha por amor.

. Leituras.

. Não digas a ninguém.

. O monge que vendeu o seu ...

. Alma e os mistérios da vi...

. Barroco Tropical.

. Coisas da Vida.

.arquivos

. Novembro 2013

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.já visitaram

.neste momento

online
blogs SAPO

.subscrever feeds