Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

O que será feito deles?

O meu post de ontem sobre os reencontros deixou-me

a pensar numa coisa que também a vocês vos deve

acontecer, que é, o que será feito de pessoas que foram

nossas amigas em determinadas alturas da nossa vida

e que depois, por um motivo ou por outro, afastamo-nos

e deixamos de saber delas. Às vezes penso nisso, já

conheci tanta gente ao longo da minha vida, e já  lá vão

uns aninhos, e às vezes fico a pensar no que farão, onde

vivem, o que tem sido a vida delas. Na escola tive muitos

colegas, mas havia sempre as mais próximas, as mais

amigas, as que partilhavam as alegrias, as tristezas, as

descobertas próprias da idade. Há uma amiga que

conheci no Ciclo, agora 2º Ciclo, andámos juntas no 1º

e no 2º ano, depois ficámos em turmas diferentes mas

continuámos na mesma escola e fomos sempre amigas

até hoje, agora não nos vemos com muita regularidade

mas de vez enquanto encontramo-nos, com as famílias

respectivas e é sempre uma festa, é como se estivessemos

estado juntas no dia anterior.

Outra, das que me marcou como amiga, quando casou foi

para a Inglaterra e a partir daí perdemos o contacto.

Na faculdade conheci tanta gente, mas as mais amigas

ainda hoje estamos juntas. Dos outros colegas nunca

mais encontrei ninguém, não sei nada deles, onde trabalham,

se casaram, se têm filhos...

Quando comecei a trabalhar fui para uma pequena empresa,

eramos quase uma família, almoçávamos juntos, davamo-nos

todos bem, eramos todos muito novos, ainda hoje, e já lá vão

quase dezasseis anos que sai de lá, sinto saudades e

recordo com gosto o trabalho e os colegas e, até os patrões,

o que é muito raro. Estive lá seis anos. Mas a empresa fechou

e cada um teve que seguir o seu caminho. Ainda conservo uma

amiga, que é só a minha melhor amiga, de resto nunca

mais soube mais nada dos outros. No ínicio ainda tivemos

notícias, mas com o tempo fomos perdendo o contacto.

Depois já passei por outros locais de emprego, por

cursos de formação, pessoas que fui conhecendo e

que depois parece que se desvanecem no tempo. Pessoas

que foram importantes, que me deixam lembranças de

bons momentos, que ficam na minha memória, que fazem

parte das muitas etapas da minha vida e que no fundo

ajudam a escrever a minha história.

 

sinto-me: ...bem!
publicado por Paula C. às 14:25
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De albana a 16 de Abril de 2009 às 16:28
sim paula há sempre meia dúzia de colegas que nos marcam e de quem perdemos o rasto...tambem dou comigo por vezes a pensar "o que será feito deles?"

bjinho
albana


De Paula C. a 16 de Abril de 2009 às 20:01
Beijinhos.
Paula


De N a 16 de Abril de 2009 às 16:54
Aconteceu-me recentemente reencontrar amigos que se tinham desviado de mim há uns anos.
Foram "só" os meus 3 grandes amigos!!!
Benditos Hi5 e Facebook!!

Beijinhos


De Paula C. a 16 de Abril de 2009 às 20:26
Olá N,
Pois é, agora com estas novas ferramentas sociais também já ouvi falar desses reencontros, mas eu ainda não aderi.
Gostei da visita.
Beijinhos
Paula


De lena a 16 de Abril de 2009 às 18:08
Oi Paula, eu ainda tenho contato com a maioria dos meus amigos de infâncias, muitos deles, eu achei através do orkut e sempre que posso me comunico ou os visito.Beijos e bom fds.


De Paula C. a 16 de Abril de 2009 às 20:27
Beijinhos e Bom FDS
Paula


De cilinha a 16 de Abril de 2009 às 22:12
olá Paula é verdade eu tambem dou comigo por vezes a pensarem algumas amigas ...que sera feito delas,principalmente algumas que deixei na Venezuela,e que sei que nunca mais vou voltar a ve-las ha uma que ainda falo com ela aqui no messenger, mas as outras da-me umas saudades ,mas tambem tenho um grupo de amigas que estamos muito proximas e encontramo-nos as vezes pqra conversar ,mas é tao bom manter essas amizades....

beijinhossssss


De Ami a 16 de Abril de 2009 às 22:13
Achei muito interessante este teu post.. aqui partilho um poema do grande Fernando Pessoa

Poema do amigo aprendiz

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...

Beijinhos


De Paula C. a 17 de Abril de 2009 às 00:37
Obrigada pela partilha deste poema, é lindo!
"... é bonito ser amigo...".

Beijinhos,
Paula


De MissAna a 17 de Abril de 2009 às 00:35
Quantas vezes me pergunto isso! Na nossa vida vamo-nos cruzando com tanta gente que nos marca e depois vamos perdendo o contacto por isto ou por aquilo... o que é certo que deixam saudade e marcaram a nossa vida em determinada altura!
Beijinho


De Paula C. a 17 de Abril de 2009 às 00:40
"... o certo é que deixam saudades..." é isso mesmo.
Beijinhos,
Paula


De mj a 17 de Abril de 2009 às 10:43
Olá fiquei a conhecer o teu blog, parabéns.
Como eu costumo dizer fazer amigos não custa, custa sim é mante-los....
Bom fim de semana.
MJoão


De Paula C. a 19 de Abril de 2009 às 11:04
Olá MJoão,
Obrigada pela visita. Volta sempre.
Bom fim-de-semana,

Beijinhos
Paula


De Pacotinhos de pipocas a 17 de Abril de 2009 às 12:27
Olá Paula,

há sempre pessoas que nos marcam e de quem nos lembramos e pensamos que será feito deles ...

eu fico bem contente quando revejo algumas!

bEIJINHOS E bom FDS


Sandra


De Paula C. a 19 de Abril de 2009 às 11:04
Beijinhos e bom fim-de-semana,
Paula


De soniaalexandra a 17 de Abril de 2009 às 14:05
Amiga por vezes também me pergunto o mesmo...mas é mais em relação a colegas de faculdade...mas por incrível que pareça, acreditas que trabalho com uma amiga e colega que conheço à 28 anos? Eu tenho 31, então é assim fomos criadas juntas na mesma rua, a minha avó morava ao pé da mãe dela, e quem tomava conta de nós durante o dia era a nossa avó. Assim sendo já é uma longa amizade. jinhos e bom fim de semana.


De Paula C. a 19 de Abril de 2009 às 11:05
Beijinhos e bom fim-de-semana,
Paula


De cilinha a 17 de Abril de 2009 às 22:03
OLÁ !!!
passei para te desejar um bom fim de semana....

beijinhosssss


De Paula C. a 19 de Abril de 2009 às 11:06
Obrigada.
Beijinhos e bom fim-de-semana,
Paula


Comentar post

.mais sobre mim

.amigos

.pesquisar

 

.Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Tarde de sol.

. Férias!

. Calor...

. E...

. Ainda o Pingo Doce.

. Frases.

. Chuva.

. 1º de Maio. Feriado.

. Passei por aqui e...

. Livro.

.arquivos

. Novembro 2013

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.já visitaram

.neste momento

online
blogs SAPO

.subscrever feeds